LEO E JUNIOR 2018Com cenas gravadas no Villa Country, em São Paulo, os irmãos Léo e Junior interpretam uma história de ‘sofrência’ autêntica, como poucas vezes foi contada e cantada por um homem.

 

Levanto o título de ‘500 Gramas’, Léo e Junior buscam sagrar-se também como compositores. Eles, que já assinam diversos sucessos gravados por outros cantores, dividem a composição desta com Léo Vinícius, Sidney Sivire e Maurício Ribeiro.

 

“Começamos a escrever em 2008 e é engraçado que isso aconteceu de forma muito natural. Assim foi com ‘500 Gramas’, que tem um papo reto e traz uma verdade enorme”, diz Léo. “Se você nunca sofreu assim, certamente conhece alguém que já passou ou está passando por essa situação. Quem é que nunca sofreu por amor? Mas aquele amor de arriar os quatro pneus do carro? ‘500 Gramas’ fala exatamente isso, desse amor doído e que derruba”, brinca Júnior.

 

 

“Quando a gente acha que tá bem
Aí que o trem desanda.
Cada dia longe de você, perco 500 gramas.
Eu já não como mais, não durmo mais, bebo demais!
Coração tá tão vazio que da eco,
Já virei sócio e vou morar nesse boteco,
E que se dane o resto”.
O destaque de ‘500 Gramas’ fica para o refrão bem-humorado, onde a composição transita, de forma inteligente, sobre a real situação de desespero e sofrimento sem precisar apelar.

 

“Desce mais uma e aumenta a música
Eu tô sofrendo igual um filho da… ‘Puxa essa cadeira aí’
Preciso de um amigo,
Enquanto eu choro você bebe comigo”.

 

 

Deixe uma Resposta

Os comentários estão desativados.